2

Luz em meio as trevas



                                                                                                                                              Denise Alves

 
Que o Rei Acabe foi um péssimo rei ninguém duvida, a própria bíblia afirma isso: “No trigésimo oitavo ano do reinado de Asa, rei de Judá, Acabe se tornou rei de Israel e reinou em Samaria, durante vinte de dois anos. Porém Acabe, filho de Onri, fez o que era mau aos olhos do Senhor e foi ainda mais perverso do que seu pai Onri; ele foi mais perverso do que qualquer outro rei de Israel” (1 Reis 16.29-30). (grifo meu)
Muito me surpreende que esse terrível rei tenha permanecido no poder por 22 anos. Porém exatamente durante o seu longo reinado vive o profeta Elias. Deus usa Elias para falar com o Acabe várias e várias vezes: “Então veio a palavra do Senhor a Elias, o tesbita: vá até a cidade de Samaria para encontrar-se com o rei Acabe [...]” (1 Reis 21.17-18). Do que deduzo que períodos de profundas trevas espirituais requerem a presença de pessoas com profundo poder de Deus.
Creio que vivenciamos um período de trevas espirituais lideradas por perversos governantes. Contudo a oração de Jesus sobre os seus discípulos se harmoniza com o pensamento eterno do Pai: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.” (João 17.15), visto que é exatamente nesses momentos, que mais se faz necessária a presença 'no mundo' de pessoas que possam demonstrar Deus como fez Elias: “Ó Senhor responda-me. Responda-me para que este povo saiba que o Senhor é Deus, para que o coração deles se volte para o Senhor” (1 Reis 19.37).
É o pior período da história? Logo, é preciso o melhor profeta da história. Elias não nasceu durante o reinado de Davi, não era necessário. Ele não viveu quando Salomão era rei, ainda havia muita luz. Mas quando as trevas de Acabe se levantam, surge uma luz que lhe é igualmente contrária. Entende?
Não é hora de fugir, não é hora de se calar, não é hora de se acovardar. A nossa permanência na Terra, e o motivo pelo qual você ainda mora no Brasil (leia também, sua família, seu trabalho, sua vizinhança...) especificamente nesse momento, é exatamente porque Ele precisa de você.
Junte-se a Elias, Micaías (1 Reis 22.8), Obadias (1 Reis 18.3) e outros 7 mil homens de Deus que se mantiveram firmes em meio à degradação moral do reinado de Acabe e “nunca se curvaram diante de Baal, nem beijaram esse deus” (1 Reis 19.18).
Pois apesar do aparente insucesso na missão, da permanência de um estado de sítio espiritual e da crescente depravação moral de Israel, toda a insistência desses homens de Deus em permanecerem fiéis surtiu efeito: “Quando Acabe ouviu essas profecias, rasgou as roupas, usou roupa feita de pano de saco, jejuou, passou a dormir em cima de panos de saco e a andar de cabeça baixa. Então veio outra palavra ao tesbita Elias da parte do Senhor: Está vendo como Acabe se
humilhou diante de mim? Visto que ele se humilhou, não vou aplicar o castigo que prometi enquanto ele estiver vivo. [...]” (1 Reis 21.27-28)
Deus não deseja salvar nações. Ele salva pessoas.
Ele não desiste nem dos piores. 

 


2

Um problema moral


https://francobeck.wordpress.com/category/administradores/                                          Denise Alves
     Tem crente fofoqueiro, tem crente ciumento, tem crente invejoso, tem crente que coloca o lixo na calçada do vizinho, pior.... tem crente que joga o lixo no canal.... tem crente que.... é verdade tem crente assim mesmo. Mas quando você usa a expressão “tem crente que … ” a sua ênfase está no crente e não no que se segue, esquecemos que crente antes de ser crente é gente, é ser social, é fruto de uma realidade, de um tempo, de um lugar.
     Me pergunto se tem tanto crente mal pagador na Suíça, ou tanto crente que chega atrasado no culto na Inglaterra, se os crentes do Japão leem a bíblia no horário do expediente! Provavelmente não. Mas por que? Porque os pastores deles são melhores? Os templos mais modernos? A bíblia eletrônica é mais eficiente?Não. Eles são assim porque a sociedade na qual eles vivem é assim. Não são só os crentes que devolvem o troco a mais, que não fura fila, que guarda seu lixo até o local de descarte apropriado. As criancinhas fazem isso, os espíritas fazem isso, até os adoradores de satanás o fazem também..... por que? Porque eles são ensinados assim, vem de berço, vem da escola, vem de exemplos morais.
     E esse provavelmente é o principal problema dos crentes brasileiros: Um problema moral. Perdemos a noção de certo e errado, de legítimo e ilegítimo, de pode e não pode. E não foram só os crentes que perderam.... a sociedade brasileira está a beira do colapso da imoralidade. E não pense só no carnaval.
     É imoral usar de influência para violar um concurso público e depois dar o testemunho da 'bênção de Deus'. É imoral achar a carteira com dinheiro e documentos e pensar que Deus abriu as portas. É imoral e uma total falta de respeito para com o próximo fazer um culto tarde da noite 'para abençoar pessoas' com o som nas alturas sem se preocupar com o sossego da vizinhança e quando a polícia chega diz que foi o diabo que se levantou!
     Precisamos de um padrão de crente melhor para criarmos um povo brasileiro melhor e a igreja pode ajudar muito nesse sentido se tão somente observar preceitos bíblicos, que antes de serem taxados como bíblicos, cristãos ou evangélicos... são essencialmente preceitos morais atemporais – tais como os citados no Salmo 15, que faço questão de transcrevê-lo na íntegra abaixo.
“Senhor, quem poderá viver no seu santuário? Quem morará no seu santo monte?
Aquele que é honesto e sincero em tudo o que faz, que pratica a justiça e que de coração fala a verdade.
     Que não usa suas palavras para destruir outras pessoas, não prejudica de propósito o seu
semelhante e não repete boatos e mexericos  que despreza o pecador rebelde e condena abertamente o pecado, mas que respeita os que temem o Senhor, que sofre prejuízo mas não deixa de cumprir a palavra que empresta seu dinheiro aos necessitados sem cobrar juros, que se recusa a aceitar suborno contra uma pessoa inocente.
     Um homem assim permanecerá firme para sempre na presença de Deus”.

Que a mudança comece em mim!










4

Não é porque é de Deus, que significa que vai ser fácil!


catarinaaragon.files.wordpress.com
                                                 

                                                                                                                                             Denise Alves


Cansada. É assim que estou me sentindo. O corpo hoje foi forçado até o limite para concluir tarefas. Se não quisesse nada tudo estaria tranquilo, mas como tenho alguns alvos a frente preciso me esforçar. E isso me lembrou a palavra de Deus à Josué: Esforça-te e tende bom ânimo (Josué 1.7).
Eles estavam na fronteira de Canaã. A terra que fora prometida como herança para o povo de Israel pelo próprio Deus. Contudo esse mesmo Deus diz que Josué precisaria se esforçar para conquistar a terra. Assim como Josué tenho percebido que não é porque é de Deus, que significa que vai ser fácil.
Mesmo sendo promessa de Deus, muitas vezes vai ter guerra. E na guerra você precisa de treinamento, precisa de exercício físico, precisa aprender a manusear espada e escudo, precisa acordar cedo e muitas das vezes ir dormir tarde ou varar madrugada vigiando.
Poucas foram as batalhas na história de Israel que Deus anuncia que o povo não teria que pelejar (2 Cronicas 20.17). Em grande parte da conquista de Canaã, a manutenção do território e a resistência contra ataques inimigos, requereu muito esforço, privações e algumas mortes no caminho, mesmo estando Deus com eles.
Muito me impressiona pessoas que 'estão esperando em Deus', quando na verdade deveriam estar 'marchando' - a menos é claro, que haja uma direção expressa de se manter quieto até segunda ordem, o que pode acontecer, mas tenha muita certeza disso.
Mas a grande maioria dos casos se resolveria com um simples – que nunca é tão simples assim - 'colocar a cara na rua', 'pegar o telefone', 'meter a cara nos livros', porque Deus antes de tudo é um Deus justo. E uma das leis por Ele estabelecida é a mundialmente conhecida Lei da semeadura: você colhe o que planta. (Galatas 6.7)
Como é que Deus vai abençoar a prova de uma pessoa crente quando esta apenas ficou orando e jejuando, enquanto que um descrente passou madrugada estudando? Como abrir a porta de emprego se nem na porta do emprego você está, mas deitado no sofá assistindo TV?
É o dia foi cansativo.... mas valeu a pena, porque ao final sempre posso contar com o maravilhoso convite de relaxamento no spa dos braços do Senhor: Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. (Mateus 11.28).
Eu fiz a minha parte. Agora é com Ele.
3

Deus não faz acepção de pessoas


http://wwwpraelianamattos.blogspot.com.br/2013/11/deus-nao-faz-acepcao-de-pessoasnem-de.html

                                                                                                                                           Denise Alves
“É porventura Deus somente dos Judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente”. (Romanos 3.29) E isso muda tudo. Na verdade essa foi a grande pedra de tropeço dos Judeus quando ouviram a mensagem de Jesus. Como assim TODOS? Como assim honrar um samaritano? Sim, Jesus se revelou como messias a uma mulher.... samaritana! Deus salvaria um africano? Sim, Felipe acompanhou o eunuco na carruagem. E um americano? Não chegou a palavra até nós!
O desafio continuou ainda mais evidente em Atos dos Apóstolos. O ministério dos 12 estava confinado à Jerusalém, porque os judeus queriam privatizar Deus, limitando o seu alcance de perdão e graça. Foi preciso que Saulo, o perseguidor se tornasse Paulo, o apóstolo, para que a compreensão fosse alargada. “Quando viram que o evangelho da incircuncisão me estava confiado, como a Pedro o da circuncisão” (Galátas 2.7).
Porque Deus enviou o seu Filho à terra para que “todo aquele que nele crer seja salvo” (João 3.16). O que o Deus de Toda Terra busca é tão somente um coração capaz de crer. Esse é o único requisito. A escandalosa Graça! Um tema tão debatido, tão discutido, e ainda tão incompreendido.
Porém esse continua sendo o principal objetivo de Deus. Salvar pessoas. Ele não está tentando criar um planeta ecologicamente sustentável, não está muito empenhado em nos tornar ricos e famosos, nem mesmo bonitos e saudáveis, apesar de todas essas coisas fazem parte do pacote “ele sabe que precisam de todas elas” (Mateus 6.32), o que Ele de fato continua a fazer é chamar: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28).
Então que sejamos instrumentos da graça de Deus ao não colocarmos obstáculos àqueles sedentos do amor do Pai, carentes da consolação do Espírito e da Graça de Jesus Cristo, para que o caminho continue aberto a todos os que de coração sincero buscam a vida eterna.
Pois haverá “glória, e honra e paz a qualquer pratica o bem, primeiro ao judeu e também ao grego, porque para com Deus não há acepção de pessoas” (Romanos 2.10-11). Preste atenção na expressão: 'qualquer que'. Isso inclui um traficante, um assassino, um estuprador, um pedófilo, um mentiroso, um político, uma amante, e qualquer outro
adjetivo que você possa imaginar. Na verdade ousaria dizer: principalmente para eles, “eu não vim chamar os justos, mas sim, os pecadores a arrependimento” (Marcos 2.17).
E nós não éramos exatamente isso? Pecadores! Mas fomos salvos pela graça de Deus que rompeu fronteiras geográficas ao cumprir a promessa à Abraão: Você será pai de muitas nações. (Genesis 17.4). Por essa razão hoje escrevo esse texto e você o lê.
O desejo de Deus começou no Éden, atravessou a história, cruzou oceanos e chegou até nós. Que não pare aqui. Leve essa mensagem adiante.
0

Um conterrâneo que honrou o nome do Senhor!

 
 Precisava compartilhar a história honrosa deste homem que foi usado para levar milhares do meu povo(alagoanos) a Cristo!Que Deus conforte a toda família, amigos e irmãos em Cristo.

Em 5 de dezembro de 1931, na cidade de Santana do Ipanema- AL, nasce o garoto José Antonio, filho de Alcides Antonio dos Santos e Otília Cavalcante dos Santos. Com uma infância simples e com muitas dificuldades, trabalhava na roça para ajudar os pais no orçamento doméstico, até que, aos 14 anos, decidiu aprender uma profissão.
“Espelhei-me num sapateiro chamado Nô Marcolino, que hoje não está entre nós. Eu andava 12 quilômetros para aprender a profissão, e com menos de dois anos já estava vivendo por conta própria”, relata o pastor José Antonio dos Santos, que há 22 anos preside a Assembleia de Deus em Alagoas, é o responsável pela União dos Ministros das Igrejas Assembléias de Deus no Nordeste (Umadene) e vice-presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB).
Ele conta que ainda jovem tomou a decisão de viajar e tentar a vida em outro lugar. Passou por Sergipe, Paraíba e São Paulo, onde trabalhou num cafezal. Lá foi convidado para liderar 40 homens, quando ainda tinha 22 anos, demonstrando, com isso, sua vocação para a liderança.
Em São Paulo conheceu a jovem Francisca, com quem se casou. Voltou para Alagoas quando tinha 24 anos, por motivo de doença, mas já tinha ouvido falar em Jesus Cristo numa fazenda paulista.
No mês de junho de 1955 (com 24 anos) aceitou a Jesus Cristo como seu salvador, e, depois, com alguns dias, sua esposa também aceitou. Ele foi batizado em Maceió no mês de agosto de 1956, no ano anterior tinha sido batizado no Espírito Santo. Foi separado para o diaconato em agosto de 1958. Dois anos depois passou a presbitério e em 1962 foi ordenado ao ministério de pastor-evangelista.
Formado em Teologia pelas Escolas Teológicas das Assembléias de Deus no Brasil, bacharel em Teologia pela Faculdade de Filosofia e Teologia de Alagoas e doutor em Divindade pela Faculdade de Filosofia e Teologia Filadélfia, é conhecido carinhosamente, em todo o Brasil, como “Pastor Neco”, e sua simplicidade é admirada em todos os países que tem visitado, confirmando a Palavra do Senhor: “Os passos de um homem são confirmados pelo Senhor”. É um conferencista respeitado em toda a América Latina. Pai de seis filhos – Jota, Jemima, Geilza, Jedida, Jesana e Jeilma – vem conciliando o tempo entre a igreja e a família.
A presidência
Na função de vice-presidente da igreja, o pastor José Antônio dos Santos assumiu a presidência interinamente em novembro de 1985, pois o pastor Manoel Pereira Lima adoeceu gravemente, ficando impossibilitado de exercer as suas atividades. Durante seis meses consecutivos, o pastor José Antônio dos Santos esteve à frente da igreja e do ministério em todo o Estado de Alagoas, desempenhando de forma íntegra e fiel as suas atividades, sem demonstrar nenhuma pretensão ou qualquer ambição pela posição que ocupava.
O pastor Manoel Pereira Lima veio a falecer, acontecimento que repercutiu em todo o Estado de Alagoas e no Brasil. Mas, mesmo diante de tão lamentável acontecimento, o pastor José Antônio dos Santos, visivelmente consternado com a morte do seu líder, na qualidade de pastor-presidente interino, manteve-se firme e sereno, conduzindo de forma equilibrada e sensata a igreja do Senhor até que um novo líder assumisse a direção.
Havendo a necessidade de ser eleito um novo pastor-presidente para liderar a Assembleia de Deus em Alagoas, o pastor José Antônio dos Santos, que até então estava interinamente presidindo a igreja, convocou o ministério alagoano para realizar a eleição do novo líder estadual no dia 03 de junho de 1986. Muito prudentemente convidou para presidir a referida eleição o pastor José Rodrigues Sobrinho, presidente da Assembléia de Deus de Sergipe. Para que houvesse lisura no processo eletivo do novo presidente, o pastor Rodrigues assumiu a presidência da igreja em Alagoas, oito dias antes da eleição, garantindo transparência e honestidade na escolha.
No dia 03 de junho, data para a eleição do novo líder, no auditório do templo-sede, o pastor José Antônio dos Santos agradeceu a confiança a ele depositada durante nove anos como vice-presidente e seis meses na qualidade de presidente interino. Logo em seguida, o pastor José Rodrigues Sobrinho solicitou ao ministério que os candidatos à presidência da igreja se apresentassem para que fosse eleito, dentre eles, o novo pastor-presidente. Diante do silêncio do seleto auditório de pastores e evangelistas da Assembléia de Deus em Alagoas, o presidente da reunião, pela segunda vez, solicitou que os candidatos ao cargo de pastor-presidente se apresentassem. Diante desta segunda solicitação, um grupo de líderes apresentou o pastor José Antônio dos Santos, que neste momento estava sentado junto aos demais obreiros, no auditório, como sendo o único candidato ao referido cargo. Diante da indicação do pastor José Antônio dos Santos, sem nenhum outro obreiro ter se apresentado como candidato, ele foi eleito por unanimidade.
Havendo sido eleito pastor-presidente, o pastor José Antônio dos Santos convocou imediatamente o presbitério da capital para comunicar-lhe a sua eleição efetuada pelos obreiros do interior do Estado e, ao mesmo tempo, pedir-lhes também a aprovação. Da mesma forma, os presbíteros da capital aprovaram a sua eleição, e, no dia 6 de junho de 1986, assumiu efetivamente a presidência da igreja e do ministério em todo o Estado de Alagoas.
Na noite da sua posse, ladeado por pastores de diversos estados, por sua família, pelo ministério local e pela igreja, o pastor José Antônio dos Santos afirmou que desejava desenvolver o ministério presidencial marcado por três coisas, que eram a unção, a união e a alegria. Realidade esta que aqueles que o acompanham ao longo de todos esses anos de abençoada presidência têm atestado em sua gestão.
http://www.adalagoas.com.br/noticias/?vCod=6747


 
0

Criança não é de rua!




















Criança não é de rua,nem todos querem saber e dizem não é culpa sua.Assim ignorando fica mais fácil viver, se não é o meu filho então nada tenho a fazer, quem pariu "Mateus" que balance fica mais fácil dizer!

Criança não é de rua quando vamos aprender?Esquecer de procurar culpados e a nossa parte fazer,vamos sair da teoria  e estender a mão, somos todos promotores desta nobre ação. 
Vamos em união preparar para nossas crianças uma melhor nação, onde não teremos crianças nas ruas e nem das ruas viver!
Crianças precisam de amor aconchego e atenção,chega de crianças na rua sempre mendigando o pão,servindo a aliciadores que só lhes causam dores, tristezas e decepção.
Criança não é de rua, não devem viver no relento, lugar de criança é no aconchego da família e na escola sempre apendendo, crescendo com saúde e alegria dia após dia!
Criança não é de rua, Jesus certa vez falou: "Deixai-as vir a mim, elas são fontes de amor, meu reino  a elas pertence e delas eu sou o Senhor!
Quem quiser em paz viver preste muita atenção, sejam como as crianças inocentes e cheias de amor, criança não é de rua, entenda por favor, dê-lhes muita atenção,  carinho e compreensão, que as recebe deste jeito terá seu galardão!








1

Quando tudo parece perdido, segure a sombrinha!

Gif de chuva
http://cantinhodalumad.blogspot.com.br/



     Muitas vezes na jornada que estamos trilhando surgem pedras, lama,buracos,galhos secos e até poças de água depois de um dia de chuva, todas essas coisas nos faz reduzir a velocidade, desviar-se, algumas vezes passar por cima ou até mesmos mudar o percurso,não é assim em nossa vida cotidiana? 
      Depois de um dia ensolarado, de repente cai um grande temporal e geralmente nestas ocasiões estamos sem sombrinha, sem guarda chuva, e agora? Será que precisamos parar? Algumas vezes sim!Desistir? Nunca!!!Quando "do nada", você acorda e percebe que não era pesadelo, é real você está no meio da tempestade, chuva forte, tempo fechado! Cadê a sombrinha?!O mundo parece que perdeu sua extensão, ficou pequeno, não conseguimos pensar em ninguém que possa nos ajudar!Chegou a hora de murmurar, procurar culpados?!Jamais! Esse é um momento de reflexão, muita calma nessa hora...Deus continua no controle, mesmo quando não conseguimos vê-lo!
     Será que sua sombrinha quebrou? Acho que não, ela é tamanho família e você está protegendo a muitos  e alguma vezes sente que está se molhando.
Entendes, o que passas? Entenderás mais tarde, apenas agradeça a oportunidade de ser útil nesta vida, pois muitas vezes somos escolhidos para suportar determinadas coisas com o propósito de edificar, salvar ou curar alguém.
     Sua sombrinha aqui é a oração, seu testemunho que mesmo em silêncio você transmite aos que te observam, nem tudo está perdido, Ele não nos prova além das nossas forças!
Prossiga sua jornada, mesmo que algumas vezes precise reduzir a velocidade ou até parar um pouco,mas não olhe para trás, seu alvo está logo ali.As pedras podem ser usadas para construção de um palácio, a lama nos ajuda a ser prudentes, aliviar o pé do acelerador,os buracos nos deixa atentos para não quebrarmos a suspensão, as poças podem limpar a sujeira que a lama deixou,então siga, de preferência cantando, pois Cristo é o nosso alvo!Canaã é logo ali ( a vitória virá no tempo certo).
     Segure a sombrinha, se o vento estiver forte pede ajuda, quanto mais força pra segurar, menos possibilidade de sermos arrastados pelo temporal. Um forte abraço!Deixe aqui seu rico comentário!
2

Voltando a olhar para cima



blog.cancaonova.com
     Dezoito anos sofrendo? Quem poderia suportar?Parece que ninguém percebia,dias e mais dias, parece que o único jeito era simplesmente aceitar.
     Mas eis que um belo dia, algo novo aconteceu,de quem que estou falando? Você já percebeu?!
     Falo da mulher curvada,cujo nome não sei dizer, pois lendo a Bíblia ninguém jamais pôde saber, mas isso pouco importa, o bom mesmo é saber que mesmo em vida torta Jesus tem todo poder, é essa história linda que quero compartilhar, de uma triste mulher, que foi acometida de uma enfermidade,que a deixou sem possibilidade de para cima olhar.
    Este mal que lhe acometeu mudou toda sua vida, uma mulher que nasceu ereta, não pode olhar pra cima,mas Jesus que tudo ver, não deixaria aquela pobre mulher assim desfalecer,vendo-a, logo a chamou e com sua mão poderosa em sua vida tocou,ao sentir seu toque sua vida logo mudou, "Sê livre deste mal!" o mestre logo falou.
    Poderia ficar calada a mulher que foi tocada com esse toque de amor?!Jamais, ao receber seu milagre a Deus glorificou, não sei se foi bem alto ou baixo o seu louvor, a única coisa que sei é que aos hipócritas incomodou,logo vieram as críticas, como pode em pleno sábado essa obra alguém fazer?Socorrer alguém sofrendo é crime e violação? É assim que muitos agem neste mundo em confusão, onde o errado é certo , e o certo abominação,só agimos com benevolência com quem tem algo a oferecer, é uma realidade e todos podemos ver, se não é meu sapato que aperta , eu não tenho nada haver.O bom é saber que Deus não faz acepção,seja quem for você, ele estende a mão, dando alivio a sua dor e tocando seu coração.
    Foi assim com aquela mulher que estava tão oprimida e que naquele momento tem de volta sua vida e a Mestre glorificou, sem reservas o adorou,fazes tu desta forma, não deixe que as lutas desta vida te façam olhar para baixo, erga sua cabeça, Jesus hoje te convida, mulher resiliente, olha de novo pra cima.
     Baseado em São Lucas capítulo 13.10-17.
2

Independência X Autonomia

 

 
                                                                                                                                  Denise Alves
 
     Independência e Autonomia são conceitos relacionados à ideia de liberdade. E liberdade é um conceito delicado quando o assunto é Vida com Deus. Até que ponto somos independentes? Até que ponto o devemos ser?
     Provavelmente uma imagem que veem a mente quando o assunto é liberdade seja o Edén. Quando Adão e Eva, desejosos de se verem livres do controle de Deus, aceitam a ideia da serpente de “serem iguais a Deus” (Genesis 3.5), e portanto, de não mais estarem debaixo de suas ordens.
     Essa cena nos conduz imediatamente até a origem da própria serpente, que em determinado momento de sua existência perfeita decide subir “sobre as alturas das nuvens, e ser semelhante ao Altíssimo”(Isaías 14:14).
     Dizem que o pecado na verdade não está no ato de comer do fruto proibido ou de subir ao mais alto céu, mas sim, no desejo interno impulsionador de se vê livre do governo de Deus. De tornar-se independente. E assim toda a raça humana foi infectada pelo desejo de independência, desse modo “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23).
     Isso significa que Deus deseja que sejamos eternamente dependentes dele? SIM. Mesmo porque não há outro jeito de sairmos daqui se não for por Ele: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14.6). Ele é a única fonte confiável para que saindo da Terra alcancemos o céu.
     Porém isso não significa que Ele queira uma comunidade de crianças o seguindo, antes, “que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente”(Efésios 4:12-14).
     E então temos a integração com o conceito de autonomia. Que segundo o Aurélio é: Liberdade moral ou intelectual. É isso: somos livres! Livres hoje para decidir se o seguimos ou não, livres para escolher se pecamos ou não, livres para obedecê-lo ou não. “Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão” (Gálatas 5:1).
     Antes éramos escravos, a nossa busca por independência teve efeito contrário, ao tentar nos tornamos livres, acabamos escravos do pecado, “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço”. (Romanos 7:19). A boa notícia é que Cristo nos Libertou! Pecar não é mais uma obrigação, é uma opção.
     Somos independentes sim, não de Deus, mas do pecado. “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça”. (Romanos 6:14).
Jesus nos devolve a autonomia, a liberdade, de nos tornamos de fato o que fomos criados para ser: A Imagem e semelhança de Deus. Porque somente quando nos tornamos dependentes de Deus, somos de fato livres de nós mesmos. E verdadeira autonomia está na dependência.



Comentários recentes

Conheça a história da Assembléia de Deus de Sergipe



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!